domingo, 14 de fevereiro de 2016

Minhas Leituras, Críticas e Comentários (Continuação do Abandono) 09/02/16

Olá, boa tarde.


A cada dia que passa, eu fico mais e mais decepcionado com o administrador de nossa cidade. O prefeito Mauro Nazif, parece que está primando pelo abandono de nossa cidade. Infelizmente, eu não sei o que este homem pensa da vida!!!. Propalou aos quatro ventos, que logo no primeiro dia de seu mandato, acabaria com às enchentes em nossa cidade e nada fez até o presente momento. Ele começa a realizar algo em uma região da cidade e, em seguida, antes de dar seguimento nas comunidades periféricas, ele, por meio de seus "paus" mandados, transferem tudo e, vão começar outras obras, deixando a metade, ou mais do "rabo" para trás. 
Este é o caso das vias "internas" dos bairros Socialista (parte) e Jardim Santana. Neste último, as ruas principais estão totalmente abandonadas, largadas ao Deus "Dará".
Esta é a situação em que se encontra uma das mais importantes de nossa cidade, à Avenida Alexandre Guimarães, entre as Ruas Araguaína e Granada. Por diversas vezes, o morador, senhor RONALDO BUENO, às suas expensas, foi diretamente procurar os responsáveis pela SEMUSB e SEMOB, reclamou muito, até que a prefeitura resolveu a fazer um "paliativo", como sempre, largou para trás. O morador, revoltado, reclama com toda razão. A última vez em que esta importante avenida recebeu um cascalhamento, foi na administração do senhor Ivo Narciso Cassol, quando governador. De  lá para cá, nada mais foi feito, a rua está intransitável. A prefeitura jogou umas viagens de cascalho e, simplesmente largou lá, nada mais foi feito. 

Ajuntou uma montanha de lixo e, nada mais realizou, está tudo no meio da rua. Como se não bastasse, além de fazerem um serviço "porco", deixaram um local bem "aconchegante" para que o aedes aegipty, possa "desovar" suas larvas, causando mais danos e despesas para à administração pública e, à sociedade. Enquanto o Brasil todo combate esta praga, o prefeito de Porto Velho/Rondônia, financia com dinheiro  público, os criadouros deste inseto, que tanto mal fazem à sociedade, indistintamente.

Sempre que é possível, nós os cidadãos estamos fazendo a nossa parte, pagamos os elevadíssimos impostos para tudo em nosso pais. Nada vem em troca de nada, nada vem por favor do "governo", tudo, tudo mesmo é pago. engana-se quem pensa que os benefícios são pagos por obra e graça dos nossos governantes. Os impostos "escorchantes" que são pagos, não são revertidos em benefício da população, uma parcela considerável dos "impostos" pagos, são desviados em benefícios dos políticos e de seus "apadrinhados". Quando a população chega à reclamar, é porquê a situação já está insustentável, não está dando mais para suportar.
As fotos, por si só já dão a noção de como está o abandono das periferias de nossa capital.

Precisamos que todos, todos mesmo, resolvam "arregaçar" às mangas e cobrar de nossos administradores públicos aquilo que nos é de direito, o que nos garante a nossa Constituição Federal. Temos de ir às ruas, aos gabinetes, às secretarias, assim como fez o senhor Ronaldo Bueno. Vamos sim, vamos ordeiramente, educadamente exigir os nossos direitos. chega de "desmandos", de "incompetência" administrativa, de pouco caso da prefeitura para com os munícipes.

Pedro Francisco
Jornalista
1.297-RO/BR






Minhas Leituras, críticas e comentários (Obras Inacabadas) 14-02-2016

Bom final de domingo e, excelente início de semana.


Bem que tudo poderia ser da forma que queremos que fosse. Poderia eu aqui escrever somente coisas boas. Ah!, como seria bom!!!!.

videoPorém, infelizmente, eu aprendi a ver às coisas do jeito que elas são. Vivemos em uma sociedade que deixa às pessoas totalmente desacreditadas em dias melhores. São roubos, corrupção, desvios de verbas públicas, escambos, enfim, tudo patrocinado por nossos representantes legais, popularmente conhecidos como "Políticos". Não importa o nível de cargo/função que ocupam, todos, com raríssimas exceções poucos escapam.


Hoje, eu escrevo sobre o que mais está incomodando a população de nossa cidade, às "OBRAS INACABADAS". São tantas, tantas, que não é possível colocar as fotos de todas elas em uma só postagem, uma quantidade imensa. Ontem, (sábado 13/02), eu dei uma volta pela cidade, para verificar como estava a movimentação dos "agentes" combatentes do "pernilongo" da dengue. 

Também, passei uma parte da manhã, vendo com desolação o estado em que se encontra o "ESPAÇO ALTERNATIVO", aquele mesmo, onde às pessoas vão caminhar diariamente, pela manhã e à tarde. Fiquei por algum tempo observando às pessoas caminharem por lá, em meio aos "escombros" daquele "elefante" branco, que já se incorporou à "manada" das obras inacabadas em nossa capital. Ali, vão pessoas caminharem por vários motivos, uns para manterem a forma física, outras, para manter a saúde física, outros tantos, para continuar com a saúde mental em dia e, outros tantos, vão lá para simplesmente caminhar. Eu, ontem, fui lá para filmar os "escombros" daquilo que seria uma obra para a nossa população. Fiquei triste por ver materiais abandonados, ferros e madeiras jogadas no canteiro central, tudo se perdendo, o mato tomando conta da obra inacabada, uma vergonha!
Até quando, os nossos órgãos de fiscalização, os Ministérios públicos Federal e Estadual, vão deixar a "coisa" correr "frouxa" para os péssimos políticos. Políticos que literalmente "roubaram"  e continuam roubando o erário público, muitos deles até se elegeram e reelegeram à cargos eletivos de expressão nacional e, pior de tudo, envergonham nossa cidade, estado e, até mesmo nação.
Os nossos viadutos, aqueles que serviriam para desafogar e, até mesmo "enfeitar" a entrada de nossa cidade, está uma "absurdo", o verdadeiro "retrato" do abandono. Prefeitura, Estado e DNIT, sequer, tocam mais no assunto. A rede de água encanada, cujas obras pararam, por obra e graça de um vereador incompetente do Partido dos Trabalhadores, quando vereador, até o momento, só "enterrou", literalmente dinheiro que poderia ser utilizado de forma mais racional, em benefício da população, mas não, utilizaram para os fins próprios de cada político que estava à frente dos projetos. Nem precisa-se, aqui, citar os nomes, estes, já são de domínio público local e nacional, já que estão, inclusive, alguns, envolvidos também em diversas operações da Polícia Federal.
Está chegando mais uma eleição (02/10). Quem será que iremos escolher para administrar nossa cidade e tirá-la deste "precipício", da UTI e marasmo de obras inacabadas em que se encontra?
Bem, depois vou escrever sobre isso, neste momento, o que me preocupa neste momento são estas "benditas" obras inacabadas, que somente servem para consumir o dinheiro público. Nossa população precisa dizer aos próximos políticos o que ela realmente deseja para a nossa sofrida cidade de Porto Velho, a "feia" e maltratada, porém, "linda" capital de Rondônia.
Bora pensar nisso?



Pedro Francisco
Jornalista
1.297-RO/BR

Minhas Leituras, Críticas e Comentários. (14/02/2016) Medidas contra a Dengue, Zika virús e Chycungunha



Medidas contra a Dengue, Zika virús e Chycungunha

Bom dia.

Ontem foi o dia "D", de combate ao "PERNILONGO" que transmite estas mazelas que estão assolando os estados brasileiros e, de acordo com os "mais" entendidos, por meio destas transmissões, vem na "encomenda" também uma tal de "microcefalia", coisa que longe de mim, entrar na seara desta discussão.
O que estamos vivenciando hoje e uma coisa de "louco". Nossa atualidade virou uma sociedade de "modismos", de "imediatismo" e, de "abandonismo". Infelizmente! 

Participei de uma ação destas ontem, um grupo de Ativistas de Plantão, atuamos ontem em diversos locais da cidade. Primeiramente estivemos na Avenida Jorge Teixeira de Oliveira, esquina com a Rua Herberth de Azevedo, na área nobre de nossa capital. Um grupo de pessoas, composto de de diversos seguimentos profissionais e de níveis sociais, então, um grupo bem consciente.

Tínhamos em mente, denunciar, como vimos denunciando, já há algum tempo, os abandonos dos imóveis públicos em especial e, também, os que são de propriedade de particulares. Neste local, temos três (03) imóveis que chega a dar "arrepios", só de pensar o que pode haver dentro deles. Primeiro esclareçamos uma coisa. Eu sou uma pessoa, que sempre procuro me colocar no lugar de quem será "criticado" por mim.
Eu, não posso acreditar que uma pessoa que tem às "posses" financeiras que possui, deixe um patrimônio seu abandonado, como estão àqueles três (03) imóveis, local, que posso chamar de "QUADRILÁTERO" da criação do mosquito da dengue. A vizinhança está em "polvorosa", totalmente "alarmada" com medo do que possa acontecer em relação à praga que estamos "aventando" a possibilidade de combater (assista o vídeo abaixo). Dizem os moradores da localidade, que o imóvel da Avenida Jorge Teixeira, pertence à uma grande rede de supermercados de nossa capital, com filiais em cidades do nosso estado e, os outros dois (02) imóveis, pertencem à outra pessoa de forte influência em nossa cidade e, até mesmo em nosso estado.

videoDe acordo com os moradores, os dois imóveis que mais estão preocupando muito, devido ao enorme "matagal" que abriga os imóveis de propriedade da família do senhor chefe da Casa Civil, do nosso Governo do Estado. Parece até uma brincadeira de "péssimo" gosto. Pois senão, vejamos: se uma pessoa possui um imóvel super valorizado, em uma área nobre, presume-se que ela tenha às condições mínimas de manutenção dos mesmos. Porém, parece que ali, o que prima-se é pelo total abandono dos imóveis, que favorece à assaltos, esconderijos de produtos objetos de ilícitos, risco de doenças diversas, enfim, nada de coisa boa, podemos esperar de um local que está da maneira em que se encontra.

Será que serão tomadas algumas providências quanto à este caso, que já está se tornando um caso de saúde pública e de polícia?




                                                         Pedro Francisco

                                                              Jornalista
                                                          1.297-RO/BR